FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

A (difícil) luta contra o Alzheimer

21 de setembro é o Dia Nacional de Conscientização da Pessoa com Alzheimer, doença desafiadora e, por enquanto, incurável, cuja evolução, entretanto, pode ser retardada com tratamento.

Cuide bem do seu coração

As grandes ameaças ao coração são silenciosas e causam efeitos à saúde ao longo do tempo. É por isso que, especialmente no Dia Mundial do Coração (29 de setembro), hábitos de vida que comprometem o seu bom funcionamento são lembrados.

 Novidade no atendimento FUNDAFFEMG: WhatsApp

Para viabilizar e estreitar o contato com você, disponibilizamos, a partir de hoje 04/09, mais um canal de atendimento: nosso WhatsApp.

Estamos online de segunda à sexta (exceto feriados), das 8h às 17h, prontos para esclarecer dúvidas e atender solicitações pelo número 
(31) 99313-0098.

Quando o excesso se torna um transtorno

Em que ponto comprar demais, comer muito ou jogar videogame em excesso pode se tornar um problema? Todo cuidado é pouco quando se trata de prevenir um comportamento que pode trazer graves prejuízos à saúde: a compulsão.

..

Saiba quais são e como evitar as doenças do inverno


O inverno começa em 21 de junho, mas, na prática, as frentes frias que derrubam as temperaturas, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, já estão a todo vapor. Para se sentirem mais confortáveis nesse período, muitas pessoas abrem o armário em busca de um bom casaco, ao mesmo tempo em que fecham portas e janelas. O resultado? Maior incidência de algumas doenças.

As infecções, viroses e crises alérgicas costumam ocorrer com mais frequência nesta época do ano pela associação de dois fatores. Um deles é o tempo seco – comum no inverno –, que faz com que o ar fique mais carregado de partículas, podendo facilitar a inalação de vírus, bactérias ou agentes causadores de alergias. Já a aglomeração em ambientes fechados aumenta o índice de transmissão dessas enfermidades, que costumam passar de uma pessoa para outra muito facilmente.

Resfriado, gripe, rinite e sinusite são algumas das doenças mais frequentes nesta época. Os sintomas mais comuns são coriza, dores no corpo, dor de cabeça e febre. O tratamento varia de acordo com o agente causador de cada uma delas e inclui o uso de analgésicos e antitérmicos, além de alimentação equilibrada e ingestão de muita água.

Outra doença que também pode ocorrer com mais frequência no inverno é a pneumonia. A enfermidade, que é a mais grave, pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos. Neste caso, é essencial que o paciente procure apoio médico.

 

Prevenção em 6 passos

Pode parecer inevitável ficar doente no inverno, mas não é. Confira seis dicas para passar com saúde pela estação.

1.       Quando estiver em ambientes fechados, abra janelas e portas para deixá-los bem arejados. Também prefira atividades ao ar livre.

2.       Fique atento à higienização das mãos. Lave-as sempre que possível, principalmente depois de transitar por locais com grande circulação de pessoas.

3.       Não se esqueça da água! A recomendação é ingerir pelo menos dois litros por dia, principalmente durante o período seco.

4.       Siga praticando atividades físicas regularmente. O exercício ajuda a manter o metabolismo ativo, o que pode ser essencial no combate às doenças.

5.       Mantenha a umidade do ar em sua casa. Para isso, use um umidificador.

6.       Caso sinta algum desconforto (tosse, dor de cabeça, coriza etc.), consulte um especialista em vez de ir a um pronto-socorro.

Fontes: Ministério da Saúde, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia e Sociedade Brasileira de Pediatria

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858