FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Dengue, zika e chikungunya: saiba suas diferenças e como evitar as doenças

Verão é sinônimo de altas temperaturas e grande volume de chuvas, ideais para a proliferação do mosquito urbano que quase todo brasileiro conhece: o Aedes aegypti, causador da dengue, zika e chikungunya. De forma geral, as doenças provocam febre, dores de cabeça e nas articulações, além de enjoo e manchas pelo corpo. Mas há diferenças importantes que influenciam no tratamento de cada uma.

Fique atento: alguns exames e procedimentos demandam autorização prévia

O Carnaval está logo aí. Caso você tenha algum exame ou procedimento a ser realizado neste período e que demande autorização prévia, adiante-se e solicite a autorização para a Fundaffemg até 28/02/2019.

Você conhece as responsabilidades do beneficiário junto à FUNDAFFEMG?

O fornecimento de todas as informações referentes a dados de beneficiários, solicitadas pela Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS), é de responsabilidade da FUNDAFFEMG. Para isso, o beneficiário também deve estar atento e manter sempre atualizados seus dados cadastrais junto à fundação, para que as informações previstas no Sistema de Informações de Beneficiários (SIB) sejam encaminhadas corretamente.


 

Mais recursos no combate ao câncer

O Dia Mundial de Combate ao Câncer (4 de fevereiro) foi instituído pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de chamar atenção para o problema. Nos últimos anos, a medicina evoluiu no tratamento dessa enfermidade. Quais são as novidades mais recentes? Para responder a essa e a outras perguntas, o Jornal da Fundaffemg entrevistou o médico Alexandre Chiari, coordenador do corpo clínico da Oncomed-BH. Acompanhe, a seguir, um resumo da conversa.

..

Divirta-se nas festas de fim de ano com saúde


Fim de ano é sinônimo de celebração, já que o período estimula a confraternização e comunhão entre as pessoas. Normalmente, acontecem encontros em diversos tipos de ambientes, principalmente em casa e no trabalho, mostrando como é importante partilhar os bons momentos vividos com aqueles que amamos. 

Porém, não é só isso que torna essa ocasião muito atrativa. A mesa farta, sem dúvida, é mais um importante protagonista neste período!

Acompanhando isso, vem à tona a seriedade de permanecer atento aos vilões que se escondem no preparo da maioria dos pratos.

Segundo a Dra. Dóris Diniz do Nascimento, clínica da FUNDAFFEMG, é preciso evitar o consumo excessivo de sal e de pratos gordurosos  pois eles podem levar ao aumento da pressão arterial e dos níveis de colesterol. O açúcar branco refinado também é outro ingrediente que merece atenção redobrada, já que pode alterar os índices de glicemia. “O cuidado deve ser ainda maior se a pessoa é portadora de hipertensão, diabetes ou pré-diabetes, portadora de colesterol ou triglicérides elevados, de doença diverticular ou de outros problemas intestinais.”, alerta.

Há quem não acredite na existência de perigo nas opções menos calóricas. Engana-se! É preciso realizar a higienização das frutas, verduras e legumes que não forem cozidos para diminuir o risco de contaminação alimentar. “Também é importante se hidratar, principalmente porque esse período é caracterizado por altas temperaturas”, orienta a Dra. Dóris. Ela destaca que até mesmo o consumo de bebidas alcoólicas deve ser moderado, tendo em vista que o álcool desidrata. No entanto, a água acompanha muito bem os vinhos.


Sem ansiedade

Apesar do momento de alegria e celebração que a ocasião proporciona, também é possível surgir um sentimento de tristeza e ansiedade, causados justamente pelo descontentamento durante a autoavaliação ou por desentendimentos familiares. 

A orientação da Dra. Dóris para situações como essa é manter a calma. “O ideal é se organizar para estabelecer novas metas, em vez de tentar concluir tudo no pouco tempo que resta. Também é importante conhecer os próprios limites. Com calma e prudência é possível manter a saúde mental”, completa.


 

Algumas dicas:

  • Respeite seus limites na hora de comer; 
  • Perceba suas limitações durante os diálogos e interações com outras pessoas. Caso sinta algum incômodo, procure outra roda de conversa;
  • Faça uma avaliação médica antes do início das festas para checar pressão arterial, glicemia e outros fatores de risco;
  • Organize as tarefas comuns relativas ao fim de ano, como por exemplo a compra de presentes. Assim, você evita saídas e estresse de última hora, livrando-se de ambientes fechados e com muitas pessoas, o que diminui as chances de adoecer. 

 

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858