FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

 Mais eficiência para falar com você

Atender bem é uma prioridade da FUNDAFFEMG. Por isso, um novo sistema de gestão foi implantado recentemente, permitindo a geração de protocolos sempre que os canais de atendimento do plano são acionados. Ou seja, se um beneficiário ou um credenciado ligou para nossa equipe, receberá um número referente àquele contato.

Ir ao Pronto-socorro nem sempre é a melhor opção

Metade da população brasileira procurou um pronto-socorro ou pronto-atendimento em 2016, mas pouco mais de 10% foram encaminhados para internação. Os dados revelados por uma pesquisa feita pelo Ibope, a pedido do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), mostram que as pessoas procuram esses locais não somente em casos de urgência e emergência, conforme recomendado pela legislação.

 O caráter solidário da FUNDAFFEMG

A FUNDAFFEMG é um plano de autogestão, pois está vinculado a uma categoria profissional e não possui fins lucrativos. Isso leva a um modo de funcionar específico, em que se destaca a solidariedade: os beneficiários compartilham entre si os custos provenientes do atendimento médico/hospitalar do grupo, em um sistema de mútua ajuda, o de rateio, conforme definido em regulamento próprio.

 Você contribui para o desenvolvimento do seu filho?

Desde o nascimento do bebê até o início da vida adulta, presença familiar é determinante para o crescimento pleno da criança e do jovem. Como explica a gestora do SEMPRE, Flávia Alves, os pais têm o poder de contribuir para que seus filhos desenvolvam habilidades cognitivas, sociais e emocionais. “Por isso que muitos pesquisadores buscam entender melhor essa influência e propor caminhos para garantir a presença da família nesse importante processo”.

..

Cuide dos seus olhos


Oitenta por cento de todas as informações que recebemos pelo cérebro chegam por meio da visão. Por esse e outros motivos os cuidados com a saúde ocular são fundamentais. Para se ter uma ideia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e tratáveis.

O Brasil possui, atualmente, 1,2 milhão de cegos. Seguindo as estatísticas, se tivessem recebido tratamento a tempo, cerca de 700 mil dessas pessoas estariam enxergando. No dia 10 de julho, foi celebrado o Dia da Saúde Ocular. Aproveitamos a oportunidade para conversar com o oftalmologista Dr. Paulo Silvério C. Baêta – especialista em retina e catarata, que atende pelo Plano FUNDAFFEMG--Saúde – sobre duas das principais doenças oculares que acometem beneficiários da FUNDAFFEMG: catarata e degeneração macular.

 

CATARATA

É a opacificação da lente interna do olho, o cristalino. O embaçamento prejudica a entrada de luz nos olhos, causando distorções visuais e até mesmo a cegueira.

 

CLASSIFICAÇÕES

Congênita: presente desde o nascimento.

Secundária: associada a um dos fatores de risco.

Senil: consequência de alterações bioquímicas relacionadas à idade. Acomete, em geral, a população acima de 50 anos (85% das cataratas são senis).

 

FATORES DE RISCO

Medicamentos (esteroides)

Substância tóxicas (nicotina)

Doenças metabólicas

Traumatismo

Radiações

Doenças oculares

Cirurgia intraocular prévia

Infecções durante a gravidez

Desnutrição

 

SINTOMA

Visão embaçada

 

TRATAMENTO

Correção cirúrgica por meio da facoemulsificação e implante de lente intraocular.

 

DEGENERAÇÃO MACULAR (DMRI)

Degeneração da área central da retina, que proporciona a visão de detalhes. Ocorre geralmente após os 60 anos.

 

CLASSIFICAÇÕES

Seca: forma mais comum e leve, responde por cerca de 90% dos casos. As drusas localizadas na região macular evoluem lentamente para atrofia, levando à perda da visão.

Úmida: forma mais grave, caracterizada pelo desenvolvimento de vasos sanguíneos anormais sob a retina. Leva a uma perda rápida e irreversível da visão.

 

FATORES DE RISCO

Pele clara

Olhos azuis ou verdes

Exposição excessiva à radiação solar

Tabagismo

Dieta rica em gorduras

 

SINTOMAS

Percepção de manchas escuras na visão central e de objetos deformados

Dificuldade de leitura

 

TRATAMENTOS

Seca: prescrição médica de antioxidantes (luteína e zeaxantina).

Úmida: injeção intraocular de antiangiogênico e, raramente, fotocoagulação a laser.

 

“Quanto mais cedo essas doenças são identificadas, maiores são as chances de sucesso dos tratamentos. Ao perceber alguma anormalidade na visão, consulte imediatamente um oftalmologista,” afirma Dr. Paulo. A recomendação médica é que pacientes acima de 50 anos consultem, pelo menos uma vez por ano, um(a) oftalmologista. Faça sua parte.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858