FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

 Entenda porque a FUNDAFFEMG é uma autogestão

 A FUNDAFFEMG é uma operadora de autogestão porque está vinculada a uma categoria de profissionais, os associados da Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais (AFFEMG). A Fundação, que possui autonomia administrativa e financeira para gerenciar serviços, surgiu de uma iniciativa da própria categoria profissional, em  1985,  com o lema de solidariedade, seguindo o princípio da mútua ajuda, motivo pelo qual o sistema de contribuição é o rateio de despesas entre os beneficiários.  

 

Cuidados com a saúde no inverno

O inverno está aí, e, com a queda da temperatura, os cuidados com a saúde devem dobrar. O clima frio e seco favorece a ocorrência de alergias, infecções virais e doenças dermatológicas. Algumas medidas simples podem evitar ou pelo menos amenizar esses problemas. Conversamos sobre o assunto com a dermatologista Dra. Ana Rosa Magaldi Ribeiro de Oliveira, que recentemente ministrou uma palestra na sede da FUNDAFFEMG, e com a pneumologista Dra. Ângela Pedrosa de Pádua Monteiro. Elas listaram as doenças mais comuns desta estação e deram dicas de como preveni-las.

 Solicite autorizações com antecedência

Para simplificar o atendimento aos beneficiários, autorizações de procedimentos simples, como consultas, exames laboratoriais e algumas terapias são solicitadas diretamente pelos prestadores de serviços. Entretanto, procedimentos mais complexos estão sujeitos a autorização prévia da auditoria técnica da FUNDAFFEMG. 

Quais procedimentos devem ser oferecidos por um plano de saúde?

 

Para entender como funciona a cobertura de um plano de saúde é preciso saber em que segmento ele se encaixa – no caso do FUNDAFFEMG-Saúde, Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia. Para cada tipo de plano estão previstos procedimentos obrigatórios definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).Denominada Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, a listagem é revista a cada dois anos para atender critérios científicos comprovados de segurança, eficiência e efetividade no diagnóstico e no tratamento de patologias.

..

Serviço de Ambulância: como funciona? 


 Muitas dúvidas surgem entre os beneficiários quando o assunto é a solicitação de ambulâncias. A FUNDAFFEMG não possui ambulâncias próprias e, por isso, terceiriza o serviço somente nos casos de remoção considerados obrigatórios pela Resolução Normativa n° 347/2014, da ANS. Os transportes em casos de urgência e emergência não são realizados pelo Plano. Nesses casos, a recomendação é ligar para o SAMU ou um de nossos prestadores parceiros.

 

 Muitas dúvidas surgem entre os beneficiários quando o assunto é a solicitação de ambulâncias. A FUNDAFFEMG não possui ambulâncias próprias e, por isso, terceiriza o serviço somente nos casos de remoção considerados obrigatórios pela Resolução Normativa n° 347/2014, da ANS. São eles:

  1. O paciente está dentro da área de atuação do Plano, mas em hospital público ou privado não conveniado.
  2. O paciente está fora da área de atuação do Plano, em hospital público ou privado não conveniado, desde que o incidente tenha ocorrido dentro da área de atuação do Plano e não existam prestadores disponíveis.
  3. O paciente está em hospital que atende pelo Plano, mas não possui recursos para realizar determinados procedimentos.
  4. O paciente está em local que não é hospital ou pronto-atendimento, como clínica ou consultório, se o incidente tiver ocorrido dentro da área de atuação do Plano e se não houver serviços disponíveis no estabelecimento onde o paciente foi atendido.

Os transportes em casos de urgência e emergência não são realizados pelo Plano FUNDAFFEMG-Saúde. Nesses casos, a recomendação é ligar para o SAMU, no número 192. O SAMU pode levar o paciente para o hospital particular mais próximo de sua residência e que atenda pelo Plano, basta alguém informar o atendente.

Outra opção é contatar um prestador de serviço particular da sua confiança. Lembre-se de solicitar a nota fiscal e o relatório médico para posterior deferimento ou indeferimento do reembolso. O prazo para enviar os documentos ao setor de Contas é de até 90 dias após a data de utilização.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858