FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

 Mais eficiência para falar com você

Atender bem é uma prioridade da FUNDAFFEMG. Por isso, um novo sistema de gestão foi implantado recentemente, permitindo a geração de protocolos sempre que os canais de atendimento do plano são acionados. Ou seja, se um beneficiário ou um credenciado ligou para nossa equipe, receberá um número referente àquele contato.

Ir ao Pronto-socorro nem sempre é a melhor opção

Metade da população brasileira procurou um pronto-socorro ou pronto-atendimento em 2016, mas pouco mais de 10% foram encaminhados para internação. Os dados revelados por uma pesquisa feita pelo Ibope, a pedido do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), mostram que as pessoas procuram esses locais não somente em casos de urgência e emergência, conforme recomendado pela legislação.

 O caráter solidário da FUNDAFFEMG

A FUNDAFFEMG é um plano de autogestão, pois está vinculado a uma categoria profissional e não possui fins lucrativos. Isso leva a um modo de funcionar específico, em que se destaca a solidariedade: os beneficiários compartilham entre si os custos provenientes do atendimento médico/hospitalar do grupo, em um sistema de mútua ajuda, o de rateio, conforme definido em regulamento próprio.

 Você contribui para o desenvolvimento do seu filho?

Desde o nascimento do bebê até o início da vida adulta, presença familiar é determinante para o crescimento pleno da criança e do jovem. Como explica a gestora do SEMPRE, Flávia Alves, os pais têm o poder de contribuir para que seus filhos desenvolvam habilidades cognitivas, sociais e emocionais. “Por isso que muitos pesquisadores buscam entender melhor essa influência e propor caminhos para garantir a presença da família nesse importante processo”.

..

Como a poluição do ar impacta a sua saúde


Dados preliminares de um estudo, obtidos pelo jornal O Estado de S. Paulo, revelam que respirar o ar da capital paulista por duas horas, no trânsito, equivale a fumar um cigarro. A pesquisa, realizada por estudiosos da Universidade de São Paulo (USP), é inédita e pretende comparar os impactos da poluição aos danos causados pelo tabagismo. A conclusão, até agora, é de que o pulmão de um morador da cidade, em 30 anos, estaria igual ao de um fumante leve – aquele que consome menos de dez cigarros por dia.

Para chegar aos resultados, os pesquisadores mediram a quantidade de carbono no pulmão de pessoas já falecidas, ao mesmo tempo em que investigavam o estilo de vida que elas tinham. Por meio de entrevistas com familiares dos pacientes, eles obtiveram informações de onde viviam, qual era a profissão, quanto tempo ficavam no trânsito e se fumavam ou eram fumantes passivos. Com isso, os estudiosos poderiam notar como a pessoa se expunha ao carbono que se acumulou no pulmão.
Essa pesquisa comprova o tanto que a poluição é prejudicial à nossa saúde. E sabemos que ela não está apenas no trânsito de São Paulo. De acordo com a ONU Meio Ambiente e a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a poluição do ar mata cerca de 7 milhões de pessoas ao ano. Além disso, 80% das cidades teriam o nível de poluição acima do recomendado.
As consequências disso não são apenas os problemas respiratórios. Além dos danos ambientais, como a redução da camada de ozônio, a poluição do ar também provoca uma série de alterações no corpo, como as irritações nos olhos – devido à secura. O estudo em questão aponta, ainda, uma possível relação entre a poluição e a obesidade, pois as impurezas do ar poderiam causar redução do metabolismo e modificações hormonais relacionadas à saciedade.


Outros estudos analisam mais impactos da poluição do ar ao organismo:


•    A luz do sol não chega ao corpo na quantidade que deveria, por causa da camada de poluição, provocando a deficiência da vitamina D.
•    Doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson, teriam a progressão acelerada.
•    Doenças cardiovasculares podem ser pioradas.
•    O risco de nascimento de bebês prematuros ou com baixo peso aumentaria.

Informações retiradas do jornal O Estado de S. Paulo

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858