FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

Como funciona o credenciamento de Prestadores?

 

O credenciamento de prestadores que atenderão pelo Plano FUNDAFFEMG-Saúde é feito a partir da análise da atual rede credenciada e identificação das necessidades. Para garantir a qualidade dos serviços, alguns critérios são levados em consideração na seleção.

 

 

 CPS: atendimento completo para você

A FUNDAFFEMG possui três Centros de Promoção da Saúde (CPS) onde os beneficiários podem agendar consultas em várias especialidades. Modernas e confortáveis, suas instalações contam com uma equipe de profissionais que atua de forma integrada para entender as necessidades e os fatores de risco de cada paciente e oferecer tratamentos completos.

 Informações importantes sobre o reembolso

O reembolso acontece quando o beneficiário paga para ser atendido por um prestador de serviço não pertencente a rede credenciada do Plano FUNDAFFEMG-Saúde e solicita à FUNDAFFEMG a quantia gasta de volta. O pedido deve ser formalizado num prazo máximo de 90 dias, contados a partir da data de emissão do comprovante de pagamento. O valor é devolvido conforme o estipulado em tabelas próprias da FUNDAFFEMG, ou seja, pode não ser integral.

 Atenção com as assinaturas nas guias de atendimento 

Assine a guia de atendimento a cada vez que realizar o procedimento. Não se esqueça de conferir se todos os dados lançados no documento estão corretos. Essas atitudes evitam gastos desnecessários do Plano e consequentemente, o aumento da cota.

..

Doenças Sexualmente Transmissíveis


As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) são contraídas a partir do ato sexual sem camisinha. As mais comuns são Aids, sífilis, gonorreia, herpes, HPV e clamídia. Elas podem afetar, igualmente, homens e mulheres com vida sexual ativa, e o risco aumenta com a troca frequente de parceiros. As DSTs podem ser provocadas por vírus, bactérias ou fungos, por isso, os tratamentos são diversificados.

Os sintomas variam de acordo com cada doença:

        Gonorreia, clamídia e tricomoníase: corrimento (branco, cinza ou amarelado), coceira, dor ao urinar, dor durante o ato sexual e odor forte.

        Gonorreia, clamídia, tricomoníase, micoplasma e ureoplasma: corrimento (amarelado ou claro), odor forte, coceira e dor ao urinar.

        Sífilis, cancro mole, herpes genital, donovanose, linfogranuloma venéreo: feridas na região genital que podem causar dor, bolhas e, às vezes, ínguas na virilha.

        Gonorreia, clamídia e infecção por outras bactérias: dor abaixo do ventre e durante a relação sexual.

        HPV: verrugas genitais.

 

O diagnóstico dessas enfermidades pode ser feito por meio de exames de sangue e outras análises específicas, indicadas por ginecologista ou urologista. Em geral, o tratamento é feito com antibióticos e penicilina. Contudo, algumas DSTs, como Aids e herpes, não têm cura, trazendo a necessidade de monitoramento médico constante.

Se não forem tratadas, as doenças sexualmente transmissíveis podem trazer complicações, como aborto, esterilidade, deficiência física e mental. No caso de uma gravidez, o bebê também corre o risco de ser contaminado e ter alguma deformação.

As doenças sexualmente transmissíveis requerem atenção e podem trazer uma série de prejuízos para a sua saúde. Então, não deixe de usar a camisinha! Além disso, algumas dessas enfermidades, como o HPV, podem ser evitadas com vacinas, que têm maior eficácia se tomadas antes do início da vida sexual.

Previna-se!

 

Informações retiradas do site ladoaladopelavida.org.br.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858