FUNDAFFEMG - Fundação AFFEMG de Assistência e Saúde

 Entenda porque a FUNDAFFEMG é uma autogestão

 A FUNDAFFEMG é uma operadora de autogestão porque está vinculada a uma categoria de profissionais, os associados da Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais (AFFEMG). A Fundação, que possui autonomia administrativa e financeira para gerenciar serviços, surgiu de uma iniciativa da própria categoria profissional, em  1985,  com o lema de solidariedade, seguindo o princípio da mútua ajuda, motivo pelo qual o sistema de contribuição é o rateio de despesas entre os beneficiários.  

 

Cuidados com a saúde no inverno

O inverno está aí, e, com a queda da temperatura, os cuidados com a saúde devem dobrar. O clima frio e seco favorece a ocorrência de alergias, infecções virais e doenças dermatológicas. Algumas medidas simples podem evitar ou pelo menos amenizar esses problemas. Conversamos sobre o assunto com a dermatologista Dra. Ana Rosa Magaldi Ribeiro de Oliveira, que recentemente ministrou uma palestra na sede da FUNDAFFEMG, e com a pneumologista Dra. Ângela Pedrosa de Pádua Monteiro. Elas listaram as doenças mais comuns desta estação e deram dicas de como preveni-las.

 Solicite autorizações com antecedência

Para simplificar o atendimento aos beneficiários, autorizações de procedimentos simples, como consultas, exames laboratoriais e algumas terapias são solicitadas diretamente pelos prestadores de serviços. Entretanto, procedimentos mais complexos estão sujeitos a autorização prévia da auditoria técnica da FUNDAFFEMG. 

Quais procedimentos devem ser oferecidos por um plano de saúde?

 

Para entender como funciona a cobertura de um plano de saúde é preciso saber em que segmento ele se encaixa – no caso do FUNDAFFEMG-Saúde, Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia. Para cada tipo de plano estão previstos procedimentos obrigatórios definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).Denominada Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, a listagem é revista a cada dois anos para atender critérios científicos comprovados de segurança, eficiência e efetividade no diagnóstico e no tratamento de patologias.

..

Relação entre diabetes e doenças cardíacas


As pessoas diabéticas têm maior tendência a desenvolverem doenças cardiovasculares, pois o diabetes está entre os principais fatores de risco que causam problemas no coração. O entupimento das artérias, o acidente vascular cerebral (AVC) e a hipertensão – principal gatilho para os infartos – são algumas dessas doenças.

 

 

DIABETES

A glicose é um carboidrato usado na produção de energia para o corpo, processo realizado dentro das células. O diabetes é um distúrbio metabólico, caracterizado pela alta concentração de glicose no sangue, devido à deficiência na produção da insulina – hormônio responsável pela entrada da glicose nas células. Assim, o açúcar fica acumulado na corrente sanguínea e pode, também, ser transformado em triglicerídeos e armazenado como gordura.

No caso do diabetes tipo 1, o pâncreas não produz a insulina. Assim, o paciente precisa de uma injeção diária do hormônio. Já no diabetes tipo 2, a produção da insulina é diminuída ou a ação dela é ineficiente. O tratamento, então, é feito por meio de medicamentos prescritos pelo médico, dieta e exercícios físicos.

 

DIABETES E DOENÇAS CARDÍACAS

O diabetes aumenta os riscos de infarto e derrame, porque o revestimento interno da artéria sofre a perda de propriedades protetoras, havendo uma disfunção endotelial, que resulta na absorção de partículas de gordura quimicamente modificadas e tóxicas pela parede da artéria, formando a placa aterosclerótica.

Essa placa obstrui a passagem do sangue nos vasos, impedindo a irrigação sanguínea do coração, do cérebro ou dos membros inferiores. Tal complicação resulta em um infarto ou um acidente vascular cerebral. Além disso, o diabetes também pode desenvolver a hipertensão, sobrecarregando o coração. Pessoas que possuem o diabetes tipo 2 são mais propensas ao aparecimento de doenças cardiovasculares.

Por fim, vale lembrar os métodos de prevenção ou de controle do diabetes para evitar outros problemas de saúde. Tenha uma alimentação balanceada, sem exagerar no açúcar, pratique exercícios físicos, evite o tabagismo e faça os exames de rotina. Não deixe de consultar o médico, pois ele saberá diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento.

 

Informações retiradas do site da Sociedade Brasileira de Diabetes, do manualdadiabetes.com.br e da Campanha Coração Alerta.

..........................................................................................................................................
 [volta página anterior]
 
 
Receba nosso

Boletim Eletrônico


.............................................................................................................................................................................................
Rua Sergipe, 893 . Savassi - BH/MG - CEP:30130-171 . Telefone (31)2103-5858